O que é um ritual do banho?

Quando fazemos de nossas práticas cotidianas um ritual, associamos a elas um significado especial. E, ao vivenciar essa prática, experimentamos sensações de prazer e bem estar. Com o ritual do banho, também acontece isso.

Ritualizar significa delimitar um momento para realizar determinada ação, associando-a a um simbolismo. Esta delimitação temporal separa o rito das atividades cotidianas.

Todas as sociedades realizam seus rituais. São momentos onde acontece um evento considerado como especial, como sagrado.

O poder terapêutico dessa prática está justamente em vivenciá-la em momentos específicos, diferenciando-a da prática que é feita no cotidiano. Fazer um ritual de banho é ofertar a si mesma um presente, sacralizando essas prática do dia a dia.

 

 

Por que o ritual é terapêutico?

 

O ritual é uma prática que consiste em influenciar o nosso sistema nervoso central a “entrar em um modo específico”.

Para isto, o ritual pode passar por alguns momentos:

  • preparo pré-ritual
  • início do ritual em si
  • habituação
  • gatilho

Quando nos preparamos para um ritual, definimos um período para que ele aconteça. Esta é a fase pré-ritualística.

No caso do ritual do banho, o ritual em si pode se iniciar já no momento em que acendemos uma vela, colocamos uma música, pegamos o sabonete e o óleo que usaremos no banho.

Todo esse preparo faz com que o nosso cérebro tenda a reagir de acordo com a situação atual. Esse é o momento da habituação.

O gatilho acontece quando entramos no ambiente onde iremos tomar o banho, quando deixamos esse ambiente com pouca luz – enfim, quando avisamos nosso cérebro que estamos ingressando num tempo e num lugar sacralizados, distinto do dia a dia.

Resumindo, o nosso “sistema” pode ser habituado a estar presente na situação que escolhemos vivenciar, desde que ele seja informado disso por meio das preparações, rotinas e dos gatilhos.

As ações que envolvem fazer um ritual são um meio de induzir o seu sistema nervoso ao estado que você queira vivenciar. Essa prática – tão simples – possibilita que o ritual proporcione um efeito terapêutico.

 

ritual do banho

Kit para Ritual do banho Oliva & Pimenta rosa

 

 

Por que fazer um ritual do banho?

 

O banho cotidiano tem a finalidade de higiene do corpo e, eventualmente, evoca um específico preparo psicológico. Podemos citar como exemplo os banhos frios para despertar e banhos quentes para relaxar. Já o banho ritualístico acontece em um tempo reservado para vivenciar uma prática terapêutica.

Os rituais do banho podem ser feitos como:

  • uma terapia, seguindo certa periodicidade
  • ritos de passagem (ex: aniversário, ano novo, qualquer passagem para uma nova condição)
  • práticas de fortalecimento em momentos difíceis
  • práticas de comemoração

Se você usa um sabonete e um óleo de massagem fitoterápicos, pode associar a finalidade terapêutica das plantas utilizadas no sabonete e no óleo ao simbolismo do ritual do banho.

Acredito que as pessoas precisem vivenciar experiências ritualísticas medicinais, com uma certa frequência.

O ritual, quando feito com presença de espírito e com as plantas medicinais apropriadas, é uma poderosa prática de medicina preventiva, para a saúde mental e emocional.

A meu ver, as melhores práticas preventivas e de tratamento são aquelas que trazem, além dos efeitos físicos produzidos pela química medicinal, também o bem estar e o prazer. E é exatamente aí que os aromas naturais proporcionam o que nenhum medicamento sintético consegue oferecer.

Se você sente bem estar ao inalar o aroma de uma planta, pode ter certeza de que o efeito medicinal que ela promove a partir de sua química é potencializado.

Se você fosse fazer um ritual do banho hoje, você o faria com quais aromas e simbolismos?

 

Comentários

2 comentários em “O que é um ritual do banho?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


se inscreva na newsletter
e receba cartas perfumadas

Newsletter

Eu sou daquelas pessoas que adora escrever uma carta à mão.

Quem já recebeu minhas caixas aromáticas sabe disto.
E na newsletter não podia ser diferente.

Gosto de escrever cartas digitais, pra serem lidas com uma xícara de chá ou café.

É um convite à pausa.

Aqui você vai encontrar cartas de memórias perfumadas, coisas do dia a dia e novidades da agenda (em primeira mão).
Sem spam, ok?!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.